Mostrando postagens com marcador Resenha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Resenha. Mostrar todas as postagens

15 fevereiro 2024

Tão Doce Quanto Make: Amor & Azeitonas!

Hello Açucaradas,

E hoje foi dia de dentista, finalmente coloquei o pino provisório do implante, cada dia que passa está mais perto de ter meu sorriso completo, sem aparelho e sem vergonha de sorrir, ai cheguei em casa cansada com dor de torcicolo que arrumei dormindo torto e só tomei um banho e fui descansar, mas a dor do pescoço não passou, o vida cruel de adulto, uma hora melhora. E com isso a resenha saí mais tarde novamente, porém uma resenha boa, como disse, ando 10% viciada em leitura e acabei mais um livro e trago a resenha completa dele para vocês.

Me empolguei tanto tanto com o livro Amor & Sorte, que já emendei no Amor & Azeitonas e como pode uma série de adolescente ser tão boa, sério, há tempos não lia uma série que só melhora a cada livro, amei demais e hoje compartilho a resenha completa desse último livro, infelizmente, com vocês.


Sinopse do livro:

Da autora do best-seller Amor & gelato, uma viagem inesquecível pela ilha de Santorini

O que a lenda de uma cidade submersa tem a ver com a vida de uma adolescente? No caso da greco-americana Liv Varanakis, a resposta é tudo. Quando era pequena, Liv e seu pai passavam horas tentando descobrir a localização de Atlântida, mas, desde que ele foi embora sem explicação, ela evita pensar na cidade perdida a todo custo. Com dezessete anos, Liv tem uma nova vida, um novo namorado e está muito bem, obrigada.

Até que um cartão-postal amassado chega de Santorini e faz seus planos irem por água abaixo. Nele, seu pai explica que está gravando um documentário a respeito de Atlântida e que mandou uma passagem de avião para Liv ir até a Grécia ajudá-lo. Agora, ela terá que deixar para trás tudo que construiu e embarcar rumo ao desconhecido.

O reencontro dos dois traz à tona milhares de perguntas e emoções, e, para piorar, Theo, o assistente charmoso de seu pai, insiste em filmar esses momentos constrangedores. Pelo menos Liv pode aproveitar a ilha paradisíaca, com seu pôr do sol magnífico, a água turquesa, as casinhas brancas e a culinária deliciosa. Porém, com o passar dos dias, a garota começa a desconfiar de que não foi Atlântida que a trouxe até ali, e sim algo muito mais importante.

Com mais de 105 mil exemplares vendidos no Brasil, as histórias de Jenna Evans Welch trazem protagonistas que desbravam o mundo em uma verdadeira jornada de amadurecimento, com direito a segredos de família e romances inesquecíveis. Após conquistar corações com Amor & gelato, que se passa na Itália, e Amor & sorte, que explora a Irlanda, é a vez de nos apaixonarmos por uma ilha grega repleta de mistérios em Amor & azeitonas.



Dessa vez o livro é independente, não tem nada haver com as outras histórias, até pensei que seria, mas não é nenhum parente ou amiga das meninas, é uma história a parte e de cara ja me apaixonei demais pela Olive, sério, assim nos três livros a gente se apega demais as protagonistas, a Liv/Olive é a mais velha das 3 já com seus 17 anos de idade. Ai já fiquei encantada nela, ranço do namorado Dax, quando chega na Grécia já tenho crush no Theo, assim  livro só melhora e já queria mais umas 100 páginas nele, porque mesmo ele sendo maior dos três livros só deu gostinho de quero mais. 



Quotes do Livro:

  "O mundo é feito de pessoas que se arriscam e de pessoas que ficam às margens, assistindo."

"Da mesma forma que, só porque você e eu estamos claramente atraídos um pelo outro, não quer dizer que vamos fazer alguma coisa a respeito."

"Meu pai dizia que existiam dois tipos de silêncio, o silêncio que é vazio e o silêncio que é completo, e que nunca era difícil descobrir com qual se estava lidando. Ele tinha razão quanto a isso."

"Nem sempre podemos confiar nas pessoas em que gostaríamos de confiar: elas acabam nos decepcionando."


Terminei o livro chorando emocionada de felicidade, algo bom, de caraca que história linda, emocionante, que tem reviravoltas incríveis, de se apaixonar, de torcer demais, de se libertar, nossa me vi demais na Olive em vários momentos, queria abraçar ela mandar ela curtir mais, se entregar mais, um livro, doce, com toque de azeitonas, com personagens perfeitos e mesmo com os personagens principais sendo adolescentes é um livro sobre maturidade, descobertas sem ser chato, infantil e bobo.

Beijos Açucarados!

 

07 fevereiro 2024

Tão Doce Quanto Make: Amor & Sorte!

Hello Açucaradas,

Bem postando super tarde hoje por motivos de pessoa enrolada e ainda tive dentista super cedo, depois fui passear na rua, ser dona de casa, malhar, arrumar algumas coisas, assumo que quase deixei esse post para outro dia, mas decidi tirar uns minutinhos do meu dia e compartilhar esse livro que amei demais e foi mais uma leitura que comecei em janeiro e amei muito. Eu uns anos atrás li Amor & Gelato e amei demais, a Netflix fez um filme e não assistam pois é péssimo e destruiu demais o livro e isso me chateou demais, acabou que esqueci que o livro é uma série e fiquei deixando para depois, até que lembrei e fui me aventurar, precisava demais de uma leitura super leve e tranquila após o livro super pesado que li, e sério, escolhi o livro mais que certo e hoje compartilho com vocês essa leitura para quem ama um drama adolescente bobinho, fofo e com um toque de maturidade.


Sinopse do livro:

Depois de Amor & gelato, chegou a vez de acompanharmos Addie, melhor amiga de Lina, em uma emocionante aventura pelas estradas irlandesas

Addie está visitando a Irlanda com a família e tentando aproveitar a paisagem verdejante para não pensar em seu coração partido. Porque, assim que voltar aos Estados Unidos, ela vai ter que enfrentar as consequências do fim terrível de seu romance de verão. Até lá, só quer relaxar enquanto os pais não descobrem o que aconteceu. Mas Ian, seu irmão mais velho, sabe de tudo e não a deixa em paz. Agora os dois, que sempre foram próximos, não param de brigar.

Tudo muda quando Addie descobre que Ian também está guardando segredos. Depois de uma série de imprevistos, em vez de ir visitar Lina, sua melhor amiga, na Itália, Addie se junta ao irmão em uma inesperada viagem de carro. O motorista é Rowan, um irlandês simpático (e bonitinho) que dirige, feito um louco, uma lata-velha apelidada de Trevo.

Nessas circunstâncias nada favoráveis, Addie conta apenas com um guia de viagem roubado da biblioteca do hotel, Irlanda para corações partidos, e torce para que os conselhos do livro realmente funcionem. Se a Ilha Esmeralda der tanta sorte quanto dizem, talvez ela consiga fazer as pazes com o irmão e, quem sabe, se apaixonar de novo.

Em Amor & sorte, vamos ter mais um gostinho do universo de Amor & gelato, dessa vez em uma viagem pelas belezas naturais e pelos pontos turísticos da Irlanda. O aguardado segundo livro de Jenna Evans Welch é uma história encantadora sobre família, amizade e a jornada para se recuperar de uma desilusão amorosa.



Pensa numa leitura gostosa, sério, não é um romance bobo é descontraído de descobertas, de lidar com coração partido, o ruim dele é que acaba se tivesse mais  500 páginas ia ler feliz. Gosto que trás assuntos atuais, como lidar, inseguranças, tem relacionamento abusivo e pode ter alguns gatilhos, mas a autora sabe trabalhar com delicadeza, fala de descobertas de quem somos, do que queremos ser, me vi envolvida e apaixonada demais por essa leitura. 



"As pessoas não cabem em rótulos. E, depois que cataloga alguém, a gente para de tentar descobrir quem a pessoa é de verdade."

"Os corações ficam vulneráveis porque foram feitos para isso. O sofrimento faz parte. É um pequeno preço a se pagar pela confusão alegre e selvagem que você receberá em troca."

 "Você não precisa de ninguém, a menos que queira. Você se basta sozinha. Você mais que se basta"

"Hoje está sendo um dia ruim, mas não vai ser assim para sempre. Eu prometo."


Eu amei demais a Addie, a tématica com seu irmão as aventuras e já quero por demais conhecer a Irlanda, fora que ainda tem o quentinho dela ser amiga da Lina e saber um pouco mais da história da protagonista do primeiro livro, de se apaixonar pelo amigo de viagem, as histórias engraçadas de família, o livro você se envolve sem perceber e quer abraçar todos, ri, me emocionei e fiquei quero mais, pois esse livro é uma delícia e a cada livro me apaixono demais pela autora.

Beijos Açucarados!

 

02 fevereiro 2024

Tão Doce Quanto Make: Como eu era antes (Vol. 1)

Hello Açucaradas,

E como disse no último post de livros, estava animada em Janeiro e li bastante, combo antes de dormi e cárdio na academia, ajudam muito, fora que agora eu carrego meu kindle ou livros para qualquer lugar, sai vai comigo, pois se tenho 5 minutos já ponho a leitura em dia.
E hoje li um livro que está super em alta, bem falado, o povo pirou no evento da Galera Record, ai pensei, tenho que ler. E assim trago a resenha do livro Como eu era antes (Vol. 1), assumo que foi 100% um mix de raiva, ódios, quero que acabe esse sofrimento com quando vai chegar o segundo livro, uma leitura 100% pesada e cruel, que tem que ter estômago para ler, vi umas resenhas do Skoob dizendo que ele é horroroso, mas acho que essas pessoas não entenderam o proposito dele.

Essa resenha pode conter spoilers, pois a raiva não vai deixar eu me controlar e manter mistério.


Sinopse do Livro:

Como eu era antes conta a história de Eden, uma jovem vítima de abuso sexual, conforme tenta lidar com o trauma da violência do seu próprio jeito, tateando o caminho em busca de se reconhecer como sobrevivente. Impactante e comovente, a trajetória de Eden vai permanecer na cabeça do leitor até muito depois da última página.

 

Eden sempre foi uma boa menina. Mas, quando o melhor amigo de seu irmão ― e por quem era secretamente apaixonada ― a estupra, a Eden de antes deixa de existir. O que era simples passa a ser complexo. O que ela sempre amou começa a odiar. O que acreditava ser verdade agora é mentira. Nada mais faz sentido, e Eden sabe que deveria contar a alguém o que aconteceu, mas simplesmente não consegue. Então ela enterra a verdade, o trauma... e o jeito como era antes.

Seu desejo era fazer tudo diferente. Mas, já que não pode voltar no tempo, Eden começa a viver como se não precisasse de amigos, de amor ou justiça, conforme navega pelas decepções e dores insuportáveis da violência, pelas experiências do primeiro amor e do primeiro coração partido, das amizades perdidas e reconstruídas. E, enquanto seu mundo desmorona, Eden percebe que apenas uma pessoa pode salvá-la ― ela mesma.

Esta história emocionante e envolvente revela as consequências profundas do trauma e como é possível encontrar coragem para percorrer o caminho árduo até a cura.

 

“Este livro jovem adulto é uma visão implacável sobre as dificuldades de uma vítima de abuso sexual ao processar o trauma e encontrar a força para reconstruir sua vida.”

― Laurie Halse Anderson, autora de A impossível faca da memória e Fale!



O livro é pesado e no primeiro capitulo já fica mais pesado e você já passa muita raiva e angustia nele, fico assim como a mãe dela não reparou, está na cara dela e ela simplesmente não viu???? Só isso já me deixa muito P da vida, eu fico sua filha inocente nesse estado e você simplesmente ignora e manda ela tomar banho, tipo a garota ta machucada, assustada, sangrando e você acontece sua menstruação descer assim. E assim começa uma série de negligencias com a Eden, é sofrido ler uma menina de 14 anos sofrendo o que ela está sofrendo sem nenhum apoio e mundo de gente egoísta em sua volta.


A Eden ela sofreu mas ela tinha consciência do certo e errado, e a pessoa que ajudou ela literalmente se afundar em tudo que não presta foi a melhor amiga, que garota insuportável e egoísta, a Eden fato muito nova e desamparada acabava indo com ela, mas quem afundou a menina em bebidas, festas e drogas foi a amiga para depois abandonar a Eden e dizer que a Eden que não prestava, como assim filha, pior é ler comentários de que as duas tinham que se resolver no livro, para mim a Eden nunca mais tinha que ver ela e começar do zero com novas amizades. É muito fácil você levar a pessoa para o pior caminho depois por 100% da culpa nela, a Eden sofrendo horrores tentando desabafar e a garota rica mimada que tinha tudo só via o mundo e o lado dela, para mim isso é zero amizade. 


O livro é duro, pesado, triste, revoltante, tem algumas partes que você te da um quentinho, o final foi bacana, quero ver o desenvolvimento no livro dois e reação dos pais egoístas, da amiga que foi escrota, de relacionamentos, que o monstro seja punido, é tantos sentimentos, devorei o livro em poucos dias só querendo que essa menina seja salva e que tivesse um pouco de paz, ela sofreu sozinha com zero apoio, claro que ela bugou e começou a fazer tudo de errado e mesmo assim ninguém ajudou ou deu apoio para ela, o livro é 100% gatilhos de todas as maneiras e pesado. Então tem que ta preparado para ler ele e se envolver com essa menina que só precisa de apoio emocional de alguém e seja notada.

✨✨✨✨

Beijos Açucarados!

 

26 janeiro 2024

Tão Doce Quanto Make: Minha vida com os garotos Walter!

Hello Açucaradas,

E assumo que ando 100% animada nesse mês de janeiro com minha leituras, já terminei dois livros e estou lendo mais um, ontem o cansaço bateu e acabei não lendo, mas hoje tiro o atraso fazendo cárdio na academia lendo o que não li. 
E no final do ano passado estreou na Netflix, Minha Vida com a Família Walter, são 10 episódios curtinhos super fofos. Adorei a série e já foi renovada para a segunda temporada, eu amei demais isso, a série é daquelas bobinhas que usamos zero o cérebro para ver, com dramas adolescentes bobos e atores fofos e aquela leveza que precisamos as vezes no dia a dia, descobri que ela foi inspirada num livro e claro que corri para procurar ele e ler, o livro é único, jurava que era uma sério, mas não, é somente ele e hoje conto tudo o que achei para vocês.


Sinopse do livro:

O objetivo de Jackie sempre foi o mesmo: perfeição. Notas perfeitas, looks perfeitos, estudar na escola perfeita. Se alcançasse a perfeição, quem sabe o pai e a mãe a notariam? Mas, quando seus pais morrem em um trágico acidente, Jackie se muda para o outro lado do país, para a casa dos Walter... Que, por acaso, têm onze filhos (e uma filha).
Os garotos Walter são barulhentos, sempre sujos e irritantes – tá, alguns também são gatos pra caramba –, e não acham que uma menina como ela, acostumada a viver numa grande metrópole, vai se adaptar à vida no campo. Como Jackie pode se encaixar nesse novo mundo caótico e cheio de garotos, enquanto tenta manter sua aura de perfeição em homenagem aos pais?
Quanto mais tempo Jackie passa com os meninos, mais ela se questiona: será que a perfeição é mesmo o melhor caminho para o amor?
Este grande sucesso de Ali Novak é seu primeiro romance, publicado originalmente na plataforma on-line Wattpad, e já conquistou leitores ao redor do mundo.



A história como na série já começa com a ida da Jackie para a casa dos Walter, a descrição dos personagens alguns são parecidos e outros bem diferentes ai da uma bugada, pois assumo que ficava imaginando os personagens da série enquanto lia o livro, como na série, o livro não aprofunda ou fala muito do luto da Jackie, eu senti um pouco falta disso. Fora que acho bacana que na Série a Katherine a matriarca da família aparece mais e curto isso, gosto como a trama foi melhor desenrolada na série do que no livro, achei que o livro pedia continuação, foi bem desenvolvido com um final corrido e aberto, fiquei ué? Esperava mais. 


É uma leitura rápida, gostosa, fácil de ler e divertida, ri em alguns momentos, me apaixonei por alguns irmãos, senti falta de outros, gostei como foi resolvido e desenrolado e explicado algumas situações, senti falta dos amigos da Jackie que foram explorados na série e no livro ficaram meio em segundo plano ou nem apareceram mais.


Pela primeira vez amei mais a série do Netflix do que o livro, o livro é legal, mas quando vemos a série se apaixonamos mais, nos envolvemos, gosto dos dramas de amizade, do final, de que vai ter mais temporadas, o livro termina com o vazio de está faltando algo, porque terminou assim e agora o que vai acontecer, porque fulano ou cicrano não esta aqui ou mais presente. Vale a leitura pós um livro pesado, mas é um livro que com o tempo se esquece mas a série do netflix, apenas assistam que vai amar.

✨✨✨


Beijos Açucarados!

20 abril 2023

Tão Doce Quanto Make: O Jardim Esquecido!

Hello Açucaradas,


Hoje o dia está uma loucura, véspera de feriado e mil coisas para fazer, não deu para trazer vídeo, mas trouxe resenha de livro, afinal tem que compartilhar e por em dia com vocês o que ando lendo. 
Comprei esse livro naquelas feiras de livros no shopping, gosto demais delas e da para fazer bons achados, sempre fico olhando, namorando e quando acho algo bom, claro que corro para comprar, o dia que comprei esse livro a feirinha estava ótima, comprei uns 3 e cada um foi uns $10,00/$15,00 reais, só demorei a ler, pois estava naquela ressaca de livros, mas esse ano me joguei nele e conto tudo o que achei, só me arrependo de não ter começado a ler antes, que livro maravilhoso.


Sinopse do livro:

PUBLICADO ORIGINALMENTE COMO O JARDIM SECRETO DE ELIZA

Dez anos após um trágico acidente, Cassandra sofre um novo baque com a morte de sua querida avó, Nell. Triste e solitária, ela tem a sensação de que perdeu tudo o que considerava importante. Mas o inesperado testamento deixado pela avó provoca outra reviravolta, desafiando tudo o que pensava que sabia sobre si mesma e sua família.

Ao herdar uma misteriosa casa na Inglaterra, um chalé no penhasco rodeado por um jardim abandonado, Cassandra percebe que Nell guardava uma série de segredos e fica intrigada sobre o passado da avó.

Enchendo-se de coragem, ela decide viajar à Inglaterra em busca de respostas. Suas únicas pistas são uma maleta antiga e um livro de contos de fadas escrito por Eliza Makepeace, autora vitoriana que desapareceu no início do século XX. Mal sabe Cassandra que, nesse processo, vai descobrir uma nova vida para ela própria,


Não dava nada por ele, assumo que até achei que era de fantasia, mas não, de início fiquei meio perdida, pois ele conta a história em três tempos diferentes, mas depois a gente consegue se encontrar e entender os personagens, por sinal me apeguei facilmente aos principais, fiquei com ranço de alguns e outros queria por num pote e eternizar, é um livro de reviravoltas e surpresas super interessantes.


"O jardim esquecido é encantador e hipnotizante, repleto de mistérios e suspense que deixarão o leitor ávido pelo final." – The Guardian

"Com narrativas intrincadas e um simbolismo próprio dos contos de fadas, este romance é denso como um jardim selvagem e tortuoso como um labirinto. A revelação final será uma genuína surpresa." –Kirkus Reviews

"Uma mistura perfeita de escândalos, drama, mistério e o deslumbramento dos contos de fadas." – Library Journal



 Fiquei encantada com a Cassandra, torcia demais por ela, me apaixonei pela Eliza e sua história, pela mulher que ela é, o final é incrível e me surpreendi com ele, a autora escreve muito bem e é gostosa demais a escrita dela, me vi viajando e envolvida demais com a história querendo saber sempre mais e mais e olha que é um livro grande, mas nem sentir o tempo passar, de tanto envolvida que fiquei com a história, para quem gosta de história com  mulheres fortes, pouco romance e um q de história, vale a pena ler esse livro e se aventurar nele.

Beijos Açucarados!

24 março 2023

Tão Doce Quanto Make: Os sete maridos de Evelyn Hugo!

Hello Açucaradas,

Chegando um tico mais tarde hoje, fiquei na dúvida do que resenhar, mas no fim decidi por livro, ando ponde 100% minhas resenhas em dia e nada mais justo trazer o último livro que li para deixar pelo menos essa parte organizada rsrsrs.
E hoje é resenha de um livro que divide muitas opiniões, uns amam demais e outros falam que não é nada demais, li ele no Kindle, sempre tive muita curiosidade real de ler ele e assim que achei a oportunidade garanti ele para mim e assim que lembrei dele, sim eu esqueço kkkkk eu comecei a ler, por curiosidade ele foi um dos livros da Tag Livros em 2019 então até fui usando o app da assinatura para poder vendo minha evolução com a leitura e me divertir com isso.



Sinopse do livro:

Com todo o esplendor que só a Hollywood do século passado pode oferecer, esta é uma narrativa inesquecível sobre os sacrifícios que fazemos por amor, o perigo dos segredos e o preço da fama.

Lendária estrela de Hollywood, Evelyn Hugo sempre esteve sob os holofotes ― seja estrelando uma produção vencedora do Oscar, protagonizando algum escândalo ou aparecendo com um novo marido… pela sétima vez. Agora, prestes a completar oitenta anos e reclusa em seu apartamento no Upper East Side, a famigerada atriz decide contar a própria história ― ou sua “verdadeira história” ―, mas com uma condição: que Monique Grant, jornalista iniciante e até então desconhecida, seja a entrevistadora. Ao embarcar nessa misteriosa empreitada, a jovem repórter começa a se dar conta de que nada é por acaso ― e que suas trajetórias podem estar profunda e irreversivelmente conectadas.



Eu jurava que o livro era de uma maneira mas me surpreendi sendo outra e isso já me conquistou de cara, comecei a ler e não sosseguei até chegar o final, foi um dos livros que li mais rápido esse ano, devorava a cada página curiosa com o que ia acontecer, afinal inventei mil teorias na minha mente e o final me pegou de surpresa.


“Evelyn Hugo faz Elizabeth Taylor parecer sem graça. Você vai rir com ela, chorar, sofrer, e então voltar para a primeira página e fazer tudo de novo.” ― 
Heather Cocks e Jessica Morgan, autoras de The Royal We

Não cheguei a chorar com o livro, mas ele é bem emocionante e interessante, vi alguns comentários sobre exagero da indústria e ela era  muito nova e eu fiquei em que mundo que você vive? Se hoje é ruim, imagina no passado? Infelizmente a realidade nua e crua de ser mulher, a história é interessante e entendi o hype, ele vale, claro não vai agradar a todos, sempre assim, não existe nada unanime no mundo e isso seria muito chato, mas para mim é um livro 5 estrelas sim, vale a leitura, duas mulheres maravilhosas reais e nada nele é fantasioso, gostei como foi desenvolvido e trabalhado, devorei até a última página e terminei em choque com o final e a história completa.

Beijos Açucarados!

 

17 fevereiro 2023

Tão Doce Quanto Make: F*ck Love!

Hello Açucaradas,


Sexta de Carnaval e eu como? Trabalhando, fato, pois sou dessas rs. Assumo que quando era mais nova até pensaria em bloco, mas quero paz e sossego literalmente, deitar no sofá com meu livro, uma taça de vinho, acender uma vela e relaxar, assistir o documentário do J-Hope, meu date de Hoje, o boy que lute, pois ele vai ganhar esse chifre imaginário, e assim é a meta do Carnaval, descansar, pois ando altamente cansada, se me perguntar como ando, cansada, simples assim.

E vamos com a resenha de hoje, vamos de livro, sim o primeiro livro lido desse ano por completo, li bem rápido por sinal, um livro curto e rápido, tudo que precisava na minha vida, comprei ele na Black Friday ano passado na Amazon, peguei vários livros de romance na promoção, saíram super baratos e fiz a festa e escolhi esse F*ck Love para começar a ler entre os livros da Tag. 


Sinopse do livro:

Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo. Kit Isley é o oposto dela – desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... “Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio; sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente.” Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas.


O livro é lindo, um dos livros mais bonitos que já vi e tenho, ele é todo desenhado no início dos capítulos, a capa achei tudo, é um livro curto de menos de 300 páginas, com capítulos curtinhos, leitura rápida e prática, assumo que de início nos 3 primeiros capítulos, eu fiquei meio perdida rsrsrs, mas depois nossa engatei e não via a hora de chegar no final.


A Helena, personagem principal é maravilhosa, gostei demais dela, é trouxa? Sim, mas uma trouxa legal e com um coração bacana, você se encanta realmente por ela, sua amiga é uma p*ranha que você não entende como ela tem alguém tão escroto na dela, eu ficava, como você pode ser amiga dela, ela é um lixo humano horrível, egoísta, não tem feminismo que a defenda. O Kit, ele é literalmente o cara do dorama Japonês  First Love, assistam, pois é incrível, terminei desidratada por sinal, e esse livro o protagonista me lembra demais o cara da série, não saí de cima mas também não larga a outra, e você gosta dele, mas sério não da, para mim não rola esse tipo de homem, mas tem quem goste. 


Em geral o livro é bom, merece umas 4 estrelas, ou 4,5, vale a pena a leitura, você se envolve com ela se diverte, xinga e admira a coragem, agradece por ela arrumar amigas melhores e vou parar por aqui, leia, vale a pena, é um livro bonito e encantador com um romance mas eu acho que vale pelo alto conhecimento da personagem principal e as atitudes que ela toma já vale a história.

✨✨✨✨

Beijos Açucarados!

 

03 fevereiro 2023

Tão Doce Quanto Make: Inverno Russo!

Hello Açucaradas,


E consegui terminar mais um livro que abandonei ano passado, dancinha da vitória aeeeeeeeeeee, estava decidida a terminar ele antes de janeiro acabar, era meta, mesmo com a leitura sofrível fui lá firme e forte sem desisti e li ele e hoje conto tudo dele para vocês. Comprei esse livro na feira de livros do Shopping, aquelas de $10,00 reais, achei a capa e sinopse bem interessante e arrisquei, levei um tempo para começar a ler e quase uns 8 meses para terminar, mas consegui fechar esse ciclo e hoje conto tudo o que achei dele para vocês.



Sinopse do livro:

"
Em Inverno russo, um misterioso conjunto de joias de âmbar é a chave para um segredo de meio século.

 

Na Rússia pós-Segunda Guerra Mundial, Nina Revskaya, bailarina do Balé Bolshoi, ascende rapidamente em sua carreira e se torna uma estrela no cenário cultural moscovita. Apaixonada pela dança, ela é casada com Viktor Elsin, um poeta soviético que apoia o stalinismo. Envolvidos em uma teia de desconfianças e mentiras, o casal começa a questionar as próprias crenças, o que faz com que Nina, após uma terrível descoberta, fuja para o Ocidente, estabelecendo-se em Boston.

Cinco décadas depois, a bailarina decide leiloar sua magnífica coleção de joias, entre elas um raro conjunto feito de âmbar. Porém, uma das peças que o compõem, um colar outrora desaparecido, surge nas mãos de Grigori Solodin, professor de russo e tradutor da obra de Elsin. Nina imediatamente se vê cercada de memórias de seu passado e de momentos - alguns gloriosos; outros devastadores - que mudaram sua vida.

Ela conseguiu guardar seus segredos por muito tempo, mas agora esse encontro vai obrigá-la a confrontar seus fantasmas.

 

“Uma magnífica história de amor, perda, traição e redenção.” - Washington Post

"


O livro é dividido em partes, tem um mix de passado e presente e conta a história de vários personagens, o início é super confuso, entendia nada, até me adaptar a ele foi complicado, pois estava no presente e do nada começava história do passado ai voltava com outro personagem, caos, a primeira parte tem tanto detalhe desnecessário que ficamos perdidos, muita coisa sem necessidade e monótona, extremamente cansativo e arrastado, desistia várias vezes por isso, mesmo depois que me adaptei e comecei a entender o emaranhado de informações e os personagens, me cansava demais as voltas que o livro dava.  


A segunda parte fica muito mais interessante, a história do passado me prende, os capítulos são longos, mas leio sem sentir, me vejo presa na história e gosto demais da sua evolução, até o presente fica mais interessante. 


A terceira parte é rápida, e normal, mas o final mega decepcionante, leio quase 500 páginas e parece que  falta algo, parece não, super falta e fico está de sacanagem comigo? Como acaba assim? Sério não, me senti jogando meu tempo fora, e super decepcionada. O romance é pouco, é mais uma história de vida das pessoas e com um final tosco e um começo cansativo.

Beijos Açucarados!

 

10 junho 2022

Tão Doce Quanto Make: Mais Forte Que o Sol!

Hello Açucaradas,

Esse post comecei escrever ele já tem duas semanas tadinho e nada de eu conseguir terminar ele, assumo que minha vida anda uma loucura, hoje já fui no médico com o Boy, fiz as unhas, arrumei o armário e tirei algumas peças para doar, mercado e agora resolvi terminar ele, finalmente.
Ando pondo minhas leituras em dia, esse livro é o segundo das Irmãs Lyndom, o primeiro eu arrumei problema com ele desde o início e assumo que estava com medo desse, até que vi uma resenhas positivas e tomei coragem e hoje conto um pouco do que achei dele.



Sinopse do livro:

“Julia Quinn é nossa Jane Austen contemporânea.” – Jill Barnett, autora de Tudo por um beijo

Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento.

Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu.

Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro.

No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...


Eu gostei da irmã desde o primeiro livro, na verdade acho que foi a única personagem que gostei naquele livro rsrsrs, esse livro é todo dela, até que começa bem engraçado e me apaixono por ela de cara e claro pelo personagem principal, ambos tem uma ótima química e são bem divertidos, é um livro mais leve, tranquilo de se ler, tem umas partes nele que dá raiva (sério a Julia não estava pura escrevendo essa série), mas ela é logo resolvida. 


O final é bem tosco eu fiquei o que é isso? É muito sem pé e nem cabeça e meio confuso, meio não completamente, mas em geral gostei do livro e achei uma boa leitura e devorei ele, da para esquecer completamente o primeiro livro (os personagens quase não são citados nesse) e aproveitar melhor esse, como todo livro de época é bem previsível e tem umas partes mais picantes.

Beijos Açucarados!



 

08 abril 2022

Tão Doce Quanto Make: Mais lindo que a lua (Irmãs Lyndon Livro 1)

Hello Açucaradas,

E finalmente terminei de ler esse livro, comecei o ano empolgadona, lendo livros e eis que surge essa pedra em meu caminho, amo os livros da Julia Quinn, mas esse literalmente foi a pedra em meu sapato e hoje compartilho com vocês o porque que tomei pavor desse livro.


Sinopse do livro:

Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.

Mais lindo que a lua, primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre reencontros e desafios, romantismo e perseverança.

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?


Quando comecei a ler esse livro, foi super de boa, mais uma história de amor, a leitura fluía tranquilamente, até que chegou na segunda parte do livro que parei e pensei, estou lendo errado é impossível, é isso mesmo e fui buscar resenhas na internet e me deparei com 99% das pessoas reclamando das mesmas coisas que eu, o livro é altamente tóxico e doentio, fiquei apavorada real, a mocinha do livro é muito bobinha e o macho da história um psicopata real, stalker e sequestrador. Parecia que estava lendo You e nem vi a série.  



Quotes:

 ***

– Não vou desistir de você, Victoria. Vou assombrá-la noite e dia. Vou fazê-la admitir que me ama.

– Não amo – sussurrou ela.

A carruagem parou e Robert disse:

– Parece que chegamos à sua casa.

Victoria logo juntou seus pertences e levou a mão à porta. Mas, antes que alcançasse a madeira polida, Robert tocou a mão dela.

– Só um minuto – disse ele, a voz rouca.

– O que você quer, Robert?

– Um beijo.

– Não.

– Só um beijo. Para me ajudar a passar essa noite.

Victoria olhou aqueles olhos que ardiam como brasa e penetravam diretamente sua alma. Passou a língua pelos lábios; não pôde evitar.

A mão de Robert moveu-se até a nuca de Victoria. O toque era delicado. Se ele tivesse feito um pouco mais de pressão ou tentado forçá-la, ela sabia que teria resistido. Mas a gentileza dele a desarmou e ela não conseguiu se afastar.

Os lábios dele tocaram os dela, roçando-os devagar, até que a sentiu ceder ao seu toque. Sua língua umedeceu um dos cantos da boca de Victoria, depois o outro, então contornou os lábios grossos dela.

Victoria achou que fosse desmanchar.

Mas então ele se afastou. As mãos dele tremiam. Victoria olhou para baixo e percebeu que as dela também.

– Conheço meus limites – disse ele em voz baixa.

Victoria piscou, percebendo, desesperada, que não conhecia os próprios.




Terminei na força do ódio e muito revoltada com esse livro, pior romance que já li, e olha que já li muita coisa ruim, foi bem complicado ler tanta romantização de tanta coisa errada, para mim seria um livro que ser for descontinuado vai fazer bem a humanidade, amém que lendo na internet outras resenhas percebi que a grande maioria detestou esse livro e pensa igual, para mim foi uma bola fora gigante da autora e não tem nada de lindo nesse livro, só um monte de personagem que precisam e muito de tratamentos psicologicos.

Beijos Açucarados!

 

18 março 2022

Tão Doce Quanto Make: Amor & Gelato!

Hello Açucaradas,

E hoje resenho mais um livro que era louca para ler, sempre via indicações dele e ficava com essa vontade de ler, até que finalmente tive essa oportunidade, com vocês o famoso, Amor & Gelato, livro que agora despertou e muito minha vontade louca de ir para Itália urgentemente, pena que sou pobre e o Euro está uma fortuna kkkkk, realidades. 
Conto para vocês O que achei e se vale a pena ler esse romance, que deixei passar que era adolescente, jurava que os protagonistas eram adultos, mas mesmo assim não desisti dele e conto o porque.


Sinopse do livro:

Um verão na Itália, uma antiga história de amor e um segredo de família

Depois da morte da mãe, Lina fica com a missão de realizar um último pedido: ir até a Itália para conhecer o pai. Do dia para a noite, ela se vê na famosa paisagem da Toscana, morando em uma casa localizada no mesmo terreno de um cemitério memorial de soldados americanos da Segunda Guerra Mundial, com um homem que nunca tinha ouvido falar. Apesar das belezas arquitetônicas, da história da cidade e das comidas maravilhosas, o que Lina mais quer é ir embora correndo dali.

Mas as coisas começam a mudar quando ela recebe um antigo diário da mãe. Nele, a menina embarca em uma misteriosa história de amor, que pode explicar suas próprias origens. No meio desse turbilhão de emoções, Lina ainda conhece Ren e Thomas, dois meninos lindos que vão mexer ainda mais com seu coração.

Uma trajetória que fará Lina descobrir o amor, a si mesma e também aprender a lidar com a perda. Amor & gelato é uma deliciosa viagem pelos mais românticos pontos turísticos italianos, com direito a tudo de mais intenso que o lugar tem a oferecer: desde paixões até corações partidos.



O livro se passa no presente com toques do passado,  é bem de boas essa parte, você lê o diário junto da protagonista e se apaixona pela história da cidade, dos lugares, culinárias, tudo é bem apaixonante na história. Os protagonistas é um mix, como você é mimada e tem futuro, não me apaguei de cara, amei mais alguns que outros, mas li até seu fim.



É um livro rápido, um romance bacana e divertido de se ler, apesar de ter foco nos mais novos, não é infantilizado, é uma leitura divertida e interessante, gosto das nuances e leveza, o final é meio rápido tudo se resolve em dias, mas não ficou perdido ou piegas, vale a leitura se você quer algo leve e descontraído para ler e não liga para protagonistas mais novinhos, li ele bem rapidinho e me senti leve ao terminar, indico essa leitura, com certeza as amantes de romance vai adorar.

Beijos Açucarados!

 

25 fevereiro 2022

Tão Doce Quanto Make: A Dama Mais Apaixonada!

Hello Açucaradas,


E vamos com mais um livro e no dia certo kkkkk, realidades, pelo menos hoje a pessoa está em casa e conseguindo trabalhar normalmente.
Primeiro livro lido nesse ano, quando li o primeiro dessa duologia, amei, achei a coisa mais fofa e corri para o site da Amazon e comprei esse segundo com um ótimo preço, chegou super rápido para minha felicidade e assim que terminei de ler dia 31, dia primeiro já estava agarrada nesse e hoje compartilho a minha experiência com esse segundo, que posso adiantar que amei muito mais ele.



Sinopse do livro:

SEGUNDO VOLUME DA DUOLOGIA "A DAMA MAIS...".

A dama mais apaixonada é uma história contada em três partes, repleta de diálogos espirituosos, conspirações e romances improváveis.

“Leitura obrigatória para fãs de romances de época.” – Kirkus Reviews

“Rico em inteligência e romantismo, A dama mais apaixonada é um livro inestimável.” – Booklist 

Três estrelas do Romance de Época se unem para transportar você a um mundo de tentação, paixão e amores inesperados                    

Quando os sobrinhos do proprietário de terras escocês Taran Ferguson se recusam a se casar para dar continuidade à linhagem da família, ele decide cuidar pessoalmente da questão e arranjar uma esposa para pelo menos um dos dois.

Numa noite de festa, Taran invade um castelo e sequestra quatro damas: uma linda e ousada donzela, uma herdeira com uma pequena mancha na reputação, uma bela e rica inglesa e uma jovem sem sobrenome tradicional ou fortuna. Uma delas certamente se apaixonará por um lorde escocês.

Resta saber se, em meio à fúria de um duque sequestrado por engano, um castelo decrépito e uma tempestade violenta que não vai permitir que ninguém vá embora tão cedo, haverá espaço para que um amor floresça.



O que mais gostei dele foi do início diferente, normalmente é sempre aquele encontro do nada e esse foi de uma forma mais divertida que fugiu dos padrões de romance e já me apaguei nele nesse momento, cada história eu queria terminar o mais rápido possível e me agarrar a elas querendo mais, são três autoras incríveis e já quero super conhecer mais sobre elas e seus livros.


Cada história é rápida, meio clichês mas divertidas e diferentes do que estou acostumada a ler nesses livros de épocas, e olha que já li vários kkkk mas gostei e nem sabia que isso era possível, esse livro é bem diferente do primeiro e não tem ligações, mas ambas as histórias são encantadoras. 


O final é bem previsível e foi muito engraçado, sem spoilers, foi uma leitura tão leve divertida, encantadora e apaixonante, vale muito conhecer ele e se ta afim de um romance, esse livro é perfeito para você, pode se jogar sem medo de ser feliz e se divertir com ele e suspirar muito com as histórias de amor a primeira vista e muita confunsão.

Beijos Açucarados!