04 dezembro 2019

Tão Doce Quanto Make: A entregadora de cartas!

Hello Açucaradas,



E eis que minha leitura anda meio empacada este ano, porém tomei uma leve vergonha na cara e finalmente terminei de ler um livro que comecei em Setembro, comprei ele há um ano antes, nume feira de livros de $10,00 reais na Rodoviária do Novo Rio.
Eu sou assim, tenho mania de comprar vários livros e demoro uma vida para ler eles, ando até me controlando para não sair comprando vários, além de não ter onde coloca-los, quero por o que ainda não li em dia. E hoje conto porque demorei tanto para ler essa história que diz ser um romance, mas acho que passa longe disso.




Sinopse do Livro:


Em 1940, o caos se instaura na Europa. Direto da Blitz de Londres, a correspondente norte-americana Frankie Bard tenta mobilizar o maior número de pessoas com suas transmissões radiofônicas para que os Estados Unidos entrem na guerra. Em Fanklin, uma pequena cidade de Cape Cod, em Massachusetts, Iris James, a agente dos correios, toma uma importante decisão: não entregar cartas. Em uma noite de bombardeio, refugiada em um abrigo, Frankie conhece Will Fitch, um médico voluntário de Cape Cod, que carrega no bolso uma carta para sua amada esposa Emma. Três mulheres completamente diferentes. Três vidas entrelaçadas pelo destino. Dois mundos divididos pela guerra e segredos que precisam ser revelados, ou guardados para sempre.


Assumo que comprei ele pensando ser um romance de época, daqueles super fofos que leria super rápido, muito pelo contrário ele super me surpreendeu com uma história dolorida de guerra. Não estou dizendo que o livro é ruim, achei ele muito bom, porém ele é uma história triste e dolorida, por esse motivo demorei tanto a ler, por ser uma história pesada, com muita informação sobre a segunda guerra, depoimentos pesados e momentos tensos, que me tocaram de verdade e com isso acabava demorando para ler mais um pedaço dele, pois pensava nele e batia uma dor.


Ele conta história de três mulheres em que o destino faz com que elas se encontrem, mulheres fortes, com histórias de vidas, que podem parecer frágil mas são incríveis, nenhuma hora nenhuma se fez de vítima e isso me ganhou, porém a história de cada uma é pesada e o final sem spoiler é dolorido, se você gosta de histórias de guerra, mais reais e foge de romances comuns, essa é um bom livro que vale a leitura, se prefere algo mais leve, não indico. Foi uma leitura mais cansativa para mim e me tocou, não arrependo de ter comprado ele e gostei de ler, mesmo que de uma forma mais arrastada.

Beijos Açucarados.



4 comentários:

  1. adoro esse tipo de história mais sensível que se passa em tempos de guerra, mt bacana conhecer esse livro e ja fiquei curiosa pra ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oh que ainda não conhecia esse livro
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderExcluir
  3. Você é igual eu, quando vê promoção de livros, quer comprar todos. kkkk
    Pela capa do livro parece ser uma história de romance, mas por ver sua resenha e descobrir que se trata de guerras ocorridas, me deu mais vontade ainda de ler. Por mais que seja doloroso relembrar o sofrimento de muitas pessoas, acho que histórias assim nos fazem ser mais humanos e cultivar o amor ao próximo.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir